Grupo Kallas | Blog | Brincadeiras para noite familiar

junix

Portal do Cliente

Blog Morar

Saiba como aproveitar melhor os momentos em família

As brincadeiras familiares têm um papel importante na formação e no desenvolvimento das
crianças. Os jogos em duplas ou equipes, por exemplo, podem ensinar para os pequenos
aspectos de relacionamentos e cooperação.
Em tempos de isolamento social, as famílias se deparam cada vez mais com tempo ocioso
para preencher entre uma obrigação e outra. Um lado bastante positivo disso é a
possibilidade de maior interação entre pais e filhos.
A criatividade para criar brincadeiras novas pode proporcionar inúmeros benefícios tanto
para os filhos como para os pais e para quem fizer parte destes momentos.

Benefícios de brincar em Família

Muitas vezes os pais não conseguem pensar em brincadeiras e a iniciativa vem do próprio
filho ou filha. Acatar uma sugestão de uma nova brincadeira pode fazer com que
a criança
se sinta mais importante
.
Além da diversão e do preenchimento de tempo, a nutrição do vínculo entre pais, mães e
filhos, e a formação de memórias fortalecedoras,
contribui ludicamente para o futuro da criança.

Pensar e elaborar novas brincadeiras, criando histórias, desenvolvendo contextos e
situações, naturalmente faz com que as crianças
exercitem a sua imaginação. Os benefícios
de exercitar a criatividade de tabela também podem contribuir para os adultos. Como dito
anteriormente, jogos em duplas ou equipes podem contribuir para que os pequenos

sintam, pensem e ajam como parte de um grupo, desenvolvendo assim o
exercício de empatia 
tão importante em nossa sociedade e que contribui diretamente
para o crescimento e desenvolvimento em diversas áreas da vida.
Outro fator é que mesmo sendo lúdicas, as brincadeiras contribuem para que as crianças

recebam mais atenção e tempo em família, ajudando no aprendizado, tanto através de
conteúdos didáticos, como no desenvolvimento das habilidades socioemocionais.
Um benefício que as brincadeiras podem trazer também é a experimentação na
resolução
de problemas
. Criar o hábito de explorar livremente, brincar com materiais, ferramentas e
os espaços que temos à nossa disposição, acaba trazendo soluções não esperadas para
problemas simples ou complexos.

Vale lembrar

O importante é sempre lembrar que no brincar não existe certo ou errado, podendo criar
e montar brinquedos novos a partir de antigos, inventar personagens, desenvolver peças de
teatro e/ou poemas, criar um museu de memórias, exercitando o mundo dos sonhos; e também
liberdade criativa e desenvolvimento em áreas como ciências, tecnologias, matemáticas,
artes e como se aplicam em nosso cotidiano com a tentativa e o erro, sendo desenhados e
redesenhados durante o processo.

Dicas de brincadeiras para a noite familiar

Para ajudar na escolha das brincadeiras para a noite familiar, trazemos a
vocês algumas dicas que podem, claro, ser incrementadas com o exercício da criatividade.

Contação de Histórias

Uma excelente dica para aproveitar os momentos em família é a contação de histórias.
Para isso você pode escolher o livro preferido da criança. Uma outra possibilidade também
é a de inventarem juntos uma nova história.
Alguns elementos para deixar a experiência ainda mais divertida:
não tenha medo de
gesticular, fazer mímicas e até mesmo cantar
. Criar vozes para os personagens, assim
como utilizar bonecos ou objetos para representá-los, pode ser um ótimo ingrediente para
enriquecer ainda mais o desenvolvimento das narrativas.
Uma outra possibilidade é a "
Corrente de Histórias". Essa variante pode ser ótima para
famílias com crianças ou adolescentes. O jogo tem como premissa estimular a imaginação e
pode ser ótimo para dar boas gargalhadas durante o desenvolvimento da história.


Como jogar?

O jogo "Corrente de Histórias" é muito simples.
Seguindo os ponteiros do relógio, cada pessoa deve inventar uma frase de uma história. O
próximo participante deve continuar e assim, um a um, vocês criarão uma história
fantástica que deve ter um começo, um meio e um fim.

Stop!

O Stop! é um clássico e também é conhecido como Adedanha ou Adedonha. Para brincar
você precisa de folhas de papel em branco, lápis ou canetas. O ideal é que o jogo conte ao
menos com três participantes ou mais e é necessário que o jogo seja realizado em um
momento que os pequenos já saibam ler e escrever.
Em um papel, faz-se uma tabela com as categorias:

- Atriz/Ator
- Alimento
- Carro

- Cantor/Cantora
- Música
- Novela
- Animal
- CEP (Cidade, Estado ou País)
- Filme
- Programa de TV
- Total.

Os escrivães de cada equipe tiram a adedanha para saber com que letra será, e começa a
competição. Os integrantes da equipe devem dizer para o escrivão palavras de cada
categoria com a letra sorteada.
A equipe que preencher a tabela primeiro, diz
STOP! e obriga a outra a parar.
A partir disso é realizada a contagem dos pontos.

Respostas únicas= 10 pontos.
Respostas iguais= 5 pontos.
Nenhuma resposta= -5 pontos.
Ganha a equipe que obtiver mais pontos na soma geral.

Strike!

Em momentos como estamos vivendo não é possível levar a família ao boliche, mas nós
temos uma sugestão:
porque não criar sua própria pista de boliche em casa?
Para isso você precisará de seis a dez garrafas de plástico, rolos de cartolina ou até mesmo
papelão. Para acertar os pinos você pode utilizar uma bola de meia ou de tênis. Com os
materiais em mãos, é só organizar os pinos improvisados no formato de uma pirâmide e
encontrar um lugar para fazer a pista.

Jogos Musicais

Complete a Música

A música toca e em certo momento ela para. O desafio de cada equipe é acertar
corretamente a letra da música a partir do ponto em que ela parou. A equipe vencedora é a
que acertar mais.

Quem está cantando

Em cada rodada uma música é iniciada. O objetivo é acertar quem está cantando a música.
Para ter a chance de responder, o participante que sabe a resposta deve chegar primeiro ao
balcão de respostas. Se acertar, pontua. Se errar, o ponto vai para a equipe rival. O time que
acertar mais, vence.

Batalha Musical

Em cada rodada o mediador deve escolher uma música e deverá falar uma palavra que
apareça em destaque nela. O desafio de cada equipe é cantar músicas que tenham essa
palavra, e depois de várias tentativas, acertar qual foi a mais escolhida.
Cada equipe tem uma chance por vez. Se demorar demais, o mediador pode dizer o nome
de quem canta. Se a equipe acertar qual foi a música escolhida, a música é executada e a
equipe pontua. Ganha o time que tiver mais pontos.

Karaokê

O clássico jogo de Karaokê consiste em cada equipe cantar em grupo uma música no
Karaokê. Ganha a equipe que tiver mais pontos.

Qual é a música?

Em cada rodada uma música em PlayBack é iniciada. O objetivo é acertar as perguntas:
Quem canta essa música? Qual é o nome da música? e cantar um trecho de 20 segundos da
música. Para ter a chance de responder, o participante deve chegar primeiro ao balcão de
respostas.
Cada resposta correta vale um ponto. Se ele acertar uma e errar duas, ganha um ponto. Se
acertar duas e errar uma, ganha dois pontos. Se acertar todas, ganha 3 pontos. Caso o
participante erre todas, a outra equipe ganha três pontos, sendo que o ponto só vai para o
adversário se o erro for total. A equipe que tiver mais acertos, vence.

Telefone Sem Fio

Um clássico que pode ser realizado tanto com duas latinhas de alumínio conectadas por um
barbante como com as mãos. Os jogadores ficam em fileira, um ao lado do outro, o primeiro
da fila inventa uma frase e passa adiante na orelha do amigo, seja através das latinhas ou
fazendo conchinha com as mãos na orelha do amigo, até chegar ao final da fila. A última
pessoa que escutar a frase vai ter que dizer em voz alta e o criador da palavra vai dizer se
está certa. Muitas vezes a palavra chega totalmente diferente do que foi dito.

Pronto, agora é só se preparar para viver ótimos momentos em família.

LEIA MAIS SOBRE COMO A DECORAÇÃO LÚDICA
ESTIMULA A CRIATIVIDADE DAS CRIANÇAS

Brincadeiras para noite familiar