Grupo Kallas | Imprensa | Grupo Kallas teve um dos melhores anos apesar da pandemia

junix

Portal do Cliente

Grupo Kallas teve um dos melhores anos apesar da pandemia

INFOMONEY - 04/01/2021
Grupo Kallas teve um dos melhores anos apesar da pandemia

O convidado de mais uma edição do Construcast, o 29º episódio da temporada 2020, é o doutor Emílio Kallas, como é conhecido o fundador do Grupo Kallas. A empresa nasceu em 1983 e é conhecida por entregar empreendimentos de alta qualidade integrados com a infraestrutura do bairro e da cidade.

Em 2020, apesar de ser um ano de pandemia e dificuldades econômicas, a companhia viveu um de seus melhores anos. Para o fundador, as dificuldades foram superadas com braveza pelos funcionários aliada à trajetória da empresa, que ajudou a sustentar o período difícil.

"Em abril vendemos 35% do planejado, em maio vendemos 51% da meta. Mas depois disso as coisas começaram a melhorar. Ao invés de choramingar, nós fomos trabalhar. Nossas obras trabalharam com 95% dos operários e não tivemos nenhum caso grave", diz Emílio Kallas.

Segundo ele, os canteiros de obra seguiram todas as exigências sanitárias e protocolos de saúde e apenas os funcionários do grupo de risco foram afastados. Já no escritório, o home office foi a grande mudança. "Acho que todo mundo se dedicou mais do que se estivesse no escritório. Só não dou nota dez porque dependemos de órgãos públicos, que não atuaram no mesmo ritmo, e alguns processos atrasaram", explica.

 

Melhor mês da história

Para Kallas, a parte da queda das vendas foi a mais difícil. Em abril, apenas 35% da meta foi alcançada, número que subiu para 51% em maio e 60% em junho. "Fomos assistindo uma lenta recuperação até que setembro foi nosso melhor mês da história. Estamos confiantes", disse.

Com 37 anos no mercado, um VGV (Valor Geral de Vendas) lançado de R$ 8,1 bilhões, mais de 150 mil unidades residenciais entregues até agora, a previsão de lançamento para 2021 é de cerca de R$ 2 bilhões.

Ainda que esteja no radar, um IPO, oferta pública de ações, não é fator decisivo para alavancar a companhia na avaliação do fundador. "Ainda não sei se faremos, não temos necessidade. Estou trabalhando sem contar com dinheiro externo. Eu prefiro crescer assim", avaliou.

Segundo o fundador, o foco é da porta para dentro e a melhor ferramenta da empresa é o corpo técnico. "A maneira que a gente se relaciona é diferente. Há pouco tempo, entrou um diretor e se espantou que depois de uma semana eu o chamei para saber se ele estava bem. Não é porque eu sou bonzinho, é porque sei que se a pessoa está feliz, ela produz muito mais e não quer sair da empresa", diz.

 

Trajetória


O estilo professoral de Kallas não nega sua vida acadêmica, que começou como professor de cursinho pré-vestibular e perdurou por mais de duas décadas na POLI-USP. Engenheiro de formação, ele agora assiste os dois filhos crescendo dentro da empresa.

"No final do ano, vamos fechar com 400 pessoas no escritório e meus filhos também estão lá. Eu sempre digo que quando você monta uma construtora, você arrumou um problema para o resto da vida. E eu acho isso muito legal porque precisa ter esse DNA. Fico feliz que isso vai continuar na mão deles", disse.

O Grupo Kallas é formado por empresas independentes que atuam em diferentes frentes do mercado imobiliário: construção, incorporação, loteamentos, vendas e properties.

É possível encontrar grandes obras assinadas pela Kallas em todo o Brasil. Entre elas o Conjunto Habitacional Jardim Edite e o Parque da Juventude, em São Paulo, a Ampliação do Aeroporto Internacional, em Manaus, e o Hotel Porto Maravilha, no Rio de Janeiro.

Não perca tempo e ouça mais um episódio do podcast que traz os maiores nomes do setor imobiliário do Brasil.

 

Construcast


O Construcast é o podcast do MoneyLab, laboratório de criação do InfoMoney, em parceria com a OLXuma das maiores plataformas de compra e venda online do Brasil e a mais lembrada pelos consumidores para compra, locação e venda de imóveis; e com a CashMe, fintech do Grupo Cyrela que faz empréstimo com imóvel e garantia, sendo uma alternativa de funding para incorporadores e um parceiro estratégico para as imobiliárias.

O programa vai ao ar toda terça-feira, e conta com um trio bastante experiente na apresentação: Ricardo Reis, CEO da Reis Real Estate e professor e apresentador do Programa Imóveis no InfoMoney, Marcelo Dadian, VP de novos negócios do ZAp+ na OLX Brasil, e Juliano Bello, co-fundador da CashMe.

É possível seguir e escutar o programa pelo Apple PodcastsSpotifyDeezerSpreakerGoogle PodcastCastbox e demais agregadores de podcast.

 

O convidado de mais uma edição do Construcast, o 29º episódio da temporada 2020, é o doutor Emílio Kallas, como é conhecido o fundador do Grupo Kallas. A empresa nasceu em 1983 e é conhecida por entregar empreendimentos de alta qualidade integrados com a infraestrutura do bairro e da cidade.

Em 2020, apesar de ser um ano de pandemia e dificuldades econômicas, a companhia viveu um de seus melhores anos. Para o fundador, as dificuldades foram superadas com braveza pelos funcionários aliada à trajetória da empresa, que ajudou a sustentar o período difícil.

 

"Em abril vendemos 35% do planejado, em maio vendemos 51% da meta. Mas depois disso as coisas começaram a melhorar. Ao invés de choramingar, nós fomos trabalhar. Nossas obras trabalharam com 95% dos operários e não tivemos nenhum caso grave", diz Emílio Kallas.

Segundo ele, os canteiros de obra seguiram todas as exigências sanitárias e protocolos de saúde e apenas os funcionários do grupo de risco foram afastados. Já no escritório, o home office foi a grande mudança. "Acho que todo mundo se dedicou mais do que se estivesse no escritório. Só não dou nota dez porque dependemos de órgãos públicos, que não atuaram no mesmo ritmo, e alguns processos atrasaram", explica.

Melhor mês da história

Para Kallas, a parte da queda das vendas foi a mais difícil. Em abril, apenas 35% da meta foi alcançada, número que subiu para 51% em maio e 60% em junho. "Fomos assistindo uma lenta recuperação até que setembro foi nosso melhor mês da história. Estamos confiantes", disse.

Com 37 anos no mercado, um VGV (Valor Geral de Vendas) lançado de R$ 8,1 bilhões, mais de 150 mil unidades residenciais entregues até agora, a previsão de lançamento para 2021 é de cerca de R$ 2 bilhões.

Ainda que esteja no radar, um IPO, oferta pública de ações, não é fator decisivo para alavancar a companhia na avaliação do fundador. "Ainda não sei se faremos, não temos necessidade. Estou trabalhando sem contar com dinheiro externo. Eu prefiro crescer assim", avaliou.

 

PUBLICIDADE

Segundo o fundador, o foco é da porta para dentro e a melhor ferramenta da empresa é o corpo técnico. "A maneira que a gente se relaciona é diferente. Há pouco tempo, entrou um diretor e se espantou que depois de uma semana eu o chamei para saber se ele estava bem. Não é porque eu sou bonzinho, é porque sei que se a pessoa está feliz, ela produz muito mais e não quer sair da empresa", diz.

Trajetória
O estilo professoral de Kallas não nega sua vida acadêmica, que começou como professor de cursinho pré-vestibular e perdurou por mais de duas décadas na POLI-USP. Engenheiro de formação, ele agora assiste os dois filhos crescendo dentro da empresa.

"No final do ano, vamos fechar com 400 pessoas no escritório e meus filhos também estão lá. Eu sempre digo que quando você monta uma construtora, você arrumou um problema para o resto da vida. E eu acho isso muito legal porque precisa ter esse DNA. Fico feliz que isso vai continuar na mão deles", disse.

O Grupo Kallas é formado por empresas independentes que atuam em diferentes frentes do mercado imobiliário: construção, incorporação, loteamentos, vendas e properties.

É possível encontrar grandes obras assinadas pela Kallas em todo o Brasil. Entre elas o Conjunto Habitacional Jardim Edite e o Parque da Juventude, em São Paulo, a Ampliação do Aeroporto Internacional, em Manaus, e o Hotel Porto Maravilha, no Rio de Janeiro.

Não perca tempo e ouça mais um episódio do podcast que traz os maiores nomes do setor imobiliário do Brasil.

Construcast
O Construcast é o podcast do MoneyLab, laboratório de criação do InfoMoney, em parceria com a OLXuma das maiores plataformas de compra e venda online do Brasil e a mais lembrada pelos consumidores para compra, locação e venda de imóveis; e com a CashMe, fintech do Grupo Cyrela que faz empréstimo com imóvel e garantia, sendo uma alternativa de funding para incorporadores e um parceiro estratégico para as imobiliárias.

O programa vai ao ar toda terça-feira, e conta com um trio bastante experiente na apresentação: Ricardo Reis, CEO da Reis Real Estate e professor e apresentador do Programa Imóveis no InfoMoney, Marcelo Dadian, VP de novos negócios do ZAp+ na OLX Brasil, e Juliano Bello, co-fundador da CashMe.

 

PUBLICIDADE

É possível seguir e escutar o programa pelo Apple PodcastsSpotifyDeezerSpreakerGoogle PodcastCastbox e demais agregadores de podcast.

 

O convidado de mais uma edição do Construcast, o 29º episódio da temporada 2020, é o doutor Emílio Kallas, como é conhecido o fundador do Grupo Kallas. A empresa nasceu em 1983 e é conhecida por entregar empreendimentos de alta qualidade integrados com a infraestrutura do bairro e da cidade.

Em 2020, apesar de ser um ano de pandemia e dificuldades econômicas, a companhia viveu um de seus melhores anos. Para o fundador, as dificuldades foram superadas com braveza pelos funcionários aliada à trajetória da empresa, que ajudou a sustentar o período difícil.

 

"Em abril vendemos 35% do planejado, em maio vendemos 51% da meta. Mas depois disso as coisas começaram a melhorar. Ao invés de choramingar, nós fomos trabalhar. Nossas obras trabalharam com 95% dos operários e não tivemos nenhum caso grave", diz Emílio Kallas.

Segundo ele, os canteiros de obra seguiram todas as exigências sanitárias e protocolos de saúde e apenas os funcionários do grupo de risco foram afastados. Já no escritório, o home office foi a grande mudança. "Acho que todo mundo se dedicou mais do que se estivesse no escritório. Só não dou nota dez porque dependemos de órgãos públicos, que não atuaram no mesmo ritmo, e alguns processos atrasaram", explica.

Melhor mês da história

Para Kallas, a parte da queda das vendas foi a mais difícil. Em abril, apenas 35% da meta foi alcançada, número que subiu para 51% em maio e 60% em junho. "Fomos assistindo uma lenta recuperação até que setembro foi nosso melhor mês da história. Estamos confiantes", disse.

Com 37 anos no mercado, um VGV (Valor Geral de Vendas) lançado de R$ 8,1 bilhões, mais de 150 mil unidades residenciais entregues até agora, a previsão de lançamento para 2021 é de cerca de R$ 2 bilhões.

Ainda que esteja no radar, um IPO, oferta pública de ações, não é fator decisivo para alavancar a companhia na avaliação do fundador. "Ainda não sei se faremos, não temos necessidade. Estou trabalhando sem contar com dinheiro externo. Eu prefiro crescer assim", avaliou.

 

PUBLICIDADE

Segundo o fundador, o foco é da porta para dentro e a melhor ferramenta da empresa é o corpo técnico. "A maneira que a gente se relaciona é diferente. Há pouco tempo, entrou um diretor e se espantou que depois de uma semana eu o chamei para saber se ele estava bem. Não é porque eu sou bonzinho, é porque sei que se a pessoa está feliz, ela produz muito mais e não quer sair da empresa", diz.

Trajetória
O estilo professoral de Kallas não nega sua vida acadêmica, que começou como professor de cursinho pré-vestibular e perdurou por mais de duas décadas na POLI-USP. Engenheiro de formação, ele agora assiste os dois filhos crescendo dentro da empresa.

"No final do ano, vamos fechar com 400 pessoas no escritório e meus filhos também estão lá. Eu sempre digo que quando você monta uma construtora, você arrumou um problema para o resto da vida. E eu acho isso muito legal porque precisa ter esse DNA. Fico feliz que isso vai continuar na mão deles", disse.

O Grupo Kallas é formado por empresas independentes que atuam em diferentes frentes do mercado imobiliário: construção, incorporação, loteamentos, vendas e properties.

É possível encontrar grandes obras assinadas pela Kallas em todo o Brasil. Entre elas o Conjunto Habitacional Jardim Edite e o Parque da Juventude, em São Paulo, a Ampliação do Aeroporto Internacional, em Manaus, e o Hotel Porto Maravilha, no Rio de Janeiro.

Não perca tempo e ouça mais um episódio do podcast que traz os maiores nomes do setor imobiliário do Brasil.

Construcast
O Construcast é o podcast do MoneyLab, laboratório de criação do InfoMoney, em parceria com a OLXuma das maiores plataformas de compra e venda online do Brasil e a mais lembrada pelos consumidores para compra, locação e venda de imóveis; e com a CashMe, fintech do Grupo Cyrela que faz empréstimo com imóvel e garantia, sendo uma alternativa de funding para incorporadores e um parceiro estratégico para as imobiliárias.

O programa vai ao ar toda terça-feira, e conta com um trio bastante experiente na apresentação: Ricardo Reis, CEO da Reis Real Estate e professor e apresentador do Programa Imóveis no InfoMoney, Marcelo Dadian, VP de novos negócios do ZAp+ na OLX Brasil, e Juliano Bello, co-fundador da CashMe.

 

PUBLICIDADE

É possível seguir e escutar o programa pelo Apple PodcastsSpotifyDeezerSpreakerGoogle PodcastCastbox e demais agregadores de podcast.

 

O convidado de mais uma edição do Construcast, o 29º episódio da temporada 2020, é o doutor Emílio Kallas, como é conhecido o fundador do Grupo Kallas. A empresa nasceu em 1983 e é conhecida por entregar empreendimentos de alta qualidade integrados com a infraestrutura do bairro e da cidade.

Em 2020, apesar de ser um ano de pandemia e dificuldades econômicas, a companhia viveu um de seus melhores anos. Para o fundador, as dificuldades foram superadas com braveza pelos funcionários aliada à trajetória da empresa, que ajudou a sustentar o período difícil.

 

"Em abril vendemos 35% do planejado, em maio vendemos 51% da meta. Mas depois disso as coisas começaram a melhorar. Ao invés de choramingar, nós fomos trabalhar. Nossas obras trabalharam com 95% dos operários e não tivemos nenhum caso grave", diz Emílio Kallas.

Segundo ele, os canteiros de obra seguiram todas as exigências sanitárias e protocolos de saúde e apenas os funcionários do grupo de risco foram afastados. Já no escritório, o home office foi a grande mudança. "Acho que todo mundo se dedicou mais do que se estivesse no escritório. Só não dou nota dez porque dependemos de órgãos públicos, que não atuaram no mesmo ritmo, e alguns processos atrasaram", explica.

Melhor mês da história

Para Kallas, a parte da queda das vendas foi a mais difícil. Em abril, apenas 35% da meta foi alcançada, número que subiu para 51% em maio e 60% em junho. "Fomos assistindo uma lenta recuperação até que setembro foi nosso melhor mês da história. Estamos confiantes", disse.

Com 37 anos no mercado, um VGV (Valor Geral de Vendas) lançado de R$ 8,1 bilhões, mais de 150 mil unidades residenciais entregues até agora, a previsão de lançamento para 2021 é de cerca de R$ 2 bilhões.

Ainda que esteja no radar, um IPO, oferta pública de ações, não é fator decisivo para alavancar a companhia na avaliação do fundador. "Ainda não sei se faremos, não temos necessidade. Estou trabalhando sem contar com dinheiro externo. Eu prefiro crescer assim", avaliou.

 

PUBLICIDADE

Segundo o fundador, o foco é da porta para dentro e a melhor ferramenta da empresa é o corpo técnico. "A maneira que a gente se relaciona é diferente. Há pouco tempo, entrou um diretor e se espantou que depois de uma semana eu o chamei para saber se ele estava bem. Não é porque eu sou bonzinho, é porque sei que se a pessoa está feliz, ela produz muito mais e não quer sair da empresa", diz.

Trajetória
O estilo professoral de Kallas não nega sua vida acadêmica, que começou como professor de cursinho pré-vestibular e perdurou por mais de duas décadas na POLI-USP. Engenheiro de formação, ele agora assiste os dois filhos crescendo dentro da empresa.

"No final do ano, vamos fechar com 400 pessoas no escritório e meus filhos também estão lá. Eu sempre digo que quando você monta uma construtora, você arrumou um problema para o resto da vida. E eu acho isso muito legal porque precisa ter esse DNA. Fico feliz que isso vai continuar na mão deles", disse.

O Grupo Kallas é formado por empresas independentes que atuam em diferentes frentes do mercado imobiliário: construção, incorporação, loteamentos, vendas e properties.

É possível encontrar grandes obras assinadas pela Kallas em todo o Brasil. Entre elas o Conjunto Habitacional Jardim Edite e o Parque da Juventude, em São Paulo, a Ampliação do Aeroporto Internacional, em Manaus, e o Hotel Porto Maravilha, no Rio de Janeiro.

Não perca tempo e ouça mais um episódio do podcast que traz os maiores nomes do setor imobiliário do Brasil.

Construcast
O Construcast é o podcast do MoneyLab, laboratório de criação do InfoMoney, em parceria com a OLXuma das maiores plataformas de compra e venda online do Brasil e a mais lembrada pelos consumidores para compra, locação e venda de imóveis; e com a CashMe, fintech do Grupo Cyrela que faz empréstimo com imóvel e garantia, sendo uma alternativa de funding para incorporadores e um parceiro estratégico para as imobiliárias.

O programa vai ao ar toda terça-feira, e conta com um trio bastante experiente na apresentação: Ricardo Reis, CEO da Reis Real Estate e professor e apresentador do Programa Imóveis no InfoMoney, Marcelo Dadian, VP de novos negócios do ZAp+ na OLX Brasil, e Juliano Bello, co-fundador da CashMe.

 

PUBLICIDADE

É possível seguir e escutar o programa pelo Apple PodcastsSpotifyDeezerSpreakerGoogle PodcastCastbox e demais agregadores de podcast.

 

O convidado de mais uma edição do Construcast, o 29º episódio da temporada 2020, é o doutor Emílio Kallas, como é conhecido o fundador do Grupo Kallas. A empresa nasceu em 1983 e é conhecida por entregar empreendimentos de alta qualidade integrados com a infraestrutura do bairro e da cidade.

Em 2020, apesar de ser um ano de pandemia e dificuldades econômicas, a companhia viveu um de seus melhores anos. Para o fundador, as dificuldades foram superadas com braveza pelos funcionários aliada à trajetória da empresa, que ajudou a sustentar o período difícil.

 

"Em abril vendemos 35% do planejado, em maio vendemos 51% da meta. Mas depois disso as coisas começaram a melhorar. Ao invés de choramingar, nós fomos trabalhar. Nossas obras trabalharam com 95% dos operários e não tivemos nenhum caso grave", diz Emílio Kallas.

Segundo ele, os canteiros de obra seguiram todas as exigências sanitárias e protocolos de saúde e apenas os funcionários do grupo de risco foram afastados. Já no escritório, o home office foi a grande mudança. "Acho que todo mundo se dedicou mais do que se estivesse no escritório. Só não dou nota dez porque dependemos de órgãos públicos, que não atuaram no mesmo ritmo, e alguns processos atrasaram", explica.

Melhor mês da história

Para Kallas, a parte da queda das vendas foi a mais difícil. Em abril, apenas 35% da meta foi alcançada, número que subiu para 51% em maio e 60% em junho. "Fomos assistindo uma lenta recuperação até que setembro foi nosso melhor mês da história. Estamos confiantes", disse.

Com 37 anos no mercado, um VGV (Valor Geral de Vendas) lançado de R$ 8,1 bilhões, mais de 150 mil unidades residenciais entregues até agora, a previsão de lançamento para 2021 é de cerca de R$ 2 bilhões.

Ainda que esteja no radar, um IPO, oferta pública de ações, não é fator decisivo para alavancar a companhia na avaliação do fundador. "Ainda não sei se faremos, não temos necessidade. Estou trabalhando sem contar com dinheiro externo. Eu prefiro crescer assim", avaliou.

 

PUBLICIDADE

Segundo o fundador, o foco é da porta para dentro e a melhor ferramenta da empresa é o corpo técnico. "A maneira que a gente se relaciona é diferente. Há pouco tempo, entrou um diretor e se espantou que depois de uma semana eu o chamei para saber se ele estava bem. Não é porque eu sou bonzinho, é porque sei que se a pessoa está feliz, ela produz muito mais e não quer sair da empresa", diz.

Trajetória
O estilo professoral de Kallas não nega sua vida acadêmica, que começou como professor de cursinho pré-vestibular e perdurou por mais de duas décadas na POLI-USP. Engenheiro de formação, ele agora assiste os dois filhos crescendo dentro da empresa.

"No final do ano, vamos fechar com 400 pessoas no escritório e meus filhos também estão lá. Eu sempre digo que quando você monta uma construtora, você arrumou um problema para o resto da vida. E eu acho isso muito legal porque precisa ter esse DNA. Fico feliz que isso vai continuar na mão deles", disse.

O Grupo Kallas é formado por empresas independentes que atuam em diferentes frentes do mercado imobiliário: construção, incorporação, loteamentos, vendas e properties.

É possível encontrar grandes obras assinadas pela Kallas em todo o Brasil. Entre elas o Conjunto Habitacional Jardim Edite e o Parque da Juventude, em São Paulo, a Ampliação do Aeroporto Internacional, em Manaus, e o Hotel Porto Maravilha, no Rio de Janeiro.

Não perca tempo e ouça mais um episódio do podcast que traz os maiores nomes do setor imobiliário do Brasil.

Construcast
O Construcast é o podcast do MoneyLab, laboratório de criação do InfoMoney, em parceria com a OLXuma das maiores plataformas de compra e venda online do Brasil e a mais lembrada pelos consumidores para compra, locação e venda de imóveis; e com a CashMe, fintech do Grupo Cyrela que faz empréstimo com imóvel e garantia, sendo uma alternativa de funding para incorporadores e um parceiro estratégico para as imobiliárias.

O programa vai ao ar toda terça-feira, e conta com um trio bastante experiente na apresentação: Ricardo Reis, CEO da Reis Real Estate e professor e apresentador do Programa Imóveis no InfoMoney, Marcelo Dadian, VP de novos negócios do ZAp+ na OLX Brasil, e Juliano Bello, co-fundador da CashMe.

 

PUBLICIDADE

É possível seguir e escutar o programa pelo Apple PodcastsSpotifyDeezerSpreakerGoogle PodcastCastbox e demais agregadores de podcast.